Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Publicações > I Fórum das Relações Etnico-Raciais de Bragança: Descrição temática dos grupos de trabalho
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

I Fórum das Relações Etnico-Raciais de Bragança: Descrição temática dos grupos de trabalho

  • Publicado: Sexta, 26 de Abril de 2019, 10h47
  • Última atualização em Sexta, 26 de Abril de 2019, 10h49
  • Acessos: 155

GT 1 – Educação Étnico-racial.
Temáticas: Educação antirracista. Educação intercultural. Ações afirmativas em educação. Conselhos ou fóruns municipais de educação e diversidade étnico-raciais. Implementação das Leis Nº 10.639 e Lei Nº 11.645. Gênero e relações étnico-raciais na educação. Escolas quilombolas e indígenas. Relações étnico-raciais no ensino superior. Formação de professores. Memória e tradição oral em contextos educacionais.

GT 2 – Arte, Cultura e Esportes afro-brasileiros e indígenas.
Temáticas: Estéticas negras e indígenas. Fóruns ou associações de artistas locais. História e culturas ancestrais. Culturas populares e tradicionais. A capoeira e a educação. Mestres capoeiristas locais.  Jogos indígenas.

GT 3 – Políticas públicas para as relações étnico-raciais.
Temáticas: As políticas públicas de promoção da igualdade e equidade racial. A inclusão social dos negros e indígenas. Valorização da diversidade étnico-racial. Políticas em Saúde para a população negra e indígena. Trabalho, renda e emprego. Combate ao racismo e ao etnocídio. Políticas de identificação, reconhecimento, demarcação, reparação histórica, cultural e territorial. Observatório da violência. Políticas afirmativas. Conselhos ou Fóruns municipais.

GT 04 – Religiosidades afro-brasileiras e indígenas.
Temáticas: O fenômeno religioso no campo dos estudos afro-brasileiros e indígenas. A diáspora africana e a religiosidade. A colonização das religiosidades indígenas no Brasil. A (re)criação da religiosidade de matriz africana no Brasil: interpenetrações, transplantes e trocas. Religiosidades e identidades afro-brasileiras e indígenas. Religiosidades marginais: preconceito e intolerância religiosa no Brasil. A religiosidade enquanto campo de disputa: a hegemonia cristã e a demonização das religiões de matriz africana e indígena. Religiosidade e resistência.

GT 05 – Corpos, Gêneros e sexualidades nas relações étnico-raciais. 
Temáticas: A fabricação do sexismo relacionado aos gêneros e as sexualidades no contexto das relações étnicos raciais. O que podem os corpos? Quando a existência entra em disputa os corpos são as armas. Feminismo indígena e feminismo negro: conexões e resistências. Reflexões sobre as intersecções entre corpos/sexualidades/gêneros e etnias para subsidiar a construção de propostas de políticas afirmativas. Movimentos LGBTs.

VOLTAR

registrado em:
Fim do conteúdo da página