Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Publicações > Fórum dos Turismólogos debate a importância da formação profissional para o setor
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Fórum dos Turismólogos debate a importância da formação profissional para o setor

  • Publicado: Quinta, 23 de Novembro de 2017, 18h49
  • Última atualização em Quinta, 23 de Novembro de 2017, 20h54
  • Acessos: 1087

 

Bragança, cidade que vive e respira turismo, reuniu gestores, profissionais e estudantes para debater a inserção do profissional do turismo no fortalecimento do setor durante a programação do I Fórum dos Turismólogos da Região Bragantina, realizado dia 10 de novembro.

Além de bacharéis em turismo, o encontro reuniu gestores municipais e profissionais que atuam nos municípios de Bragança, Curuçá, Quatipuru, Augusto Correa e Vigia.

O IFPA campus Bragança, um dos realizadores do fórum, foi representado pela professora Gisele Carvalho, turismóloga e coordenadora do curso Técnico em Eventos e Hospedagem. “O IFPA sempre acreditou nessa área de turismo e hospitalidade”, diz Gisele. “Seis dos dezoito campi do IFPA ofertam cursos técnicos na área, em Altamira, Belém, Bragança, Conceição do Araguaia, Santarém e Vigia”, afirma.

 

O evento é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Turismo, o IFPA campus Bragança e a Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo Seccional Pará (ABBTUR-PA). Convidado para fazer a palestra de abertura, o presidente da ABBTUR-PA, João Gabriel Huffner, falou das ações da associação para que os turismólogos ganhem espaço no mercado. “Entre as nossas ações está a pressão para que seja criado um critério, no novo Mapa do Turismo Brasileiro, para incluir apenas municípios que tenham ao menos um bacharel em turismo em seu quadro”, diz João Huffner.

Henrique Campos, secretário municipal adjunto de Turismo de Curuçá, um dos convidados para os debates da manhã, falou da necessidade de participação de turismólogos no planejamento e na execução de ações voltadas para o segmento. “Todos nós, em todos os municípios do Pará, sabemos que temos potencial, que podemos desenvolver o turismo. E aí está a importância do profissional, de transformar esse potencial em produto, em serviço, em realidade”, disse.

 

Outra representante do IFPA no fórum, a turismóloga Maraisa Andrade, tecnóloga em eventos do IFPA campus avançado Vigia, ministrou uma oficina complementar sobre técnicas de cerimonial, prestigiada pelos mais de 40 participantes do evento. Outra oficina, sobre elaboração de roteiros, e uma visita técnica à fazenda Bacuri encerraram a programação.

Também participaram do encontro, a secretária municipal de Turismo, Cultura e Desporto de Bragança, Fabrícia Guimarães, Leticia Freitas, presidente do Conselho Municipal de Turismo de Bragança, Maryllin Oliveira, gerente da pousada Aruans Casarão, e Josilene Casseb, empresária e consultora do Sebrae.

 

Texto: Filipe Sanches

Fotos: Pedro Tobias

Foto - Fazenda Bacuri: Cassia Lima (Aluna de Eventos do IFPA)

registrado em:
Fim do conteúdo da página