Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Curso de formação no IFPA certifica 54 aquaviários de comunidade pesqueira em Bragança

Cooperação técnica ofereceu formação profissional em pesca para moradores da Vila do Bonifácio

  • Publicado: Sexta, 30 de Agosto de 2019, 13h51
  • Última atualização em Segunda, 21 de Outubro de 2019, 23h35
  • Acessos: 719
imagem sem descrição.

Pescadores artesanais da Vila do Bonifácio e da Vila dos Pescadores de Ajuruteua receberam, nesta sexta-feira (29), os certificados do Curso de Formação de Aquaviário, que habilita para o exercício profissional em embarcações de pesca. A cerimônia de formatura, com a entrega dos certificados e das carteiras de aquaviário, reuniu familiares e professores no auditório do IFPA campus Bragança.

O curso de Formação de Aquaviário foi ofertado a partir de uma cooperação técnica entre a Diretoria de Portos e Costas (DPC) da Marinha do Brasil, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) e a Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAP/MAPA). A formação foi ministrada com aulas teóricas e práticas e teve organização do IFPA e da Secretaria de Aquicultura e Pesca da Prefeitura de Bragança, além do apoio operacional do Senai e do Corpo de Bombeiros.

“A gente entende, como educadores que somos, que para se desenvolver uma comunidade, para se emancipar um indivíduo, é necessário que se promova a educação”, disse o professor Cláudio Alex Jorge da Rocha, reitor do IFPA, durante a cerimônia de formatura. “Sem essa parceira com a Prefeitura e com a Marinha e os outros parceiros aqui representados não seria possível desenvolver esse curso. E vamos nos esforçar para ampliar essas parcerias, para contribuir oferecendo formação. Esse é o papel do IFPA.”

O curso de Formação de Aquaviários do Grupo 3 - Pescador Profissional (FCAQ-III C/M Nível 1) foi ofertado de 19 a 30 de agosto na Vila do Bonifácio e nas dependências do IFPA e do Senai, em Bragança. A formação é o resultado do esforço das instituições em qualificar e profissionalizar a atividade pesqueira na região, oferecendo meios para o desenvolvimento pleno da atividade econômica na costa nordeste do Pará.

Para pescadores e pescadoras

 

Da turma de 54 aquaviários da Vila de Bonifácio formados e certificados no IFPA, só cinco eram mulheres. As cinco passaram por todas as etapas de instrução, que incluem aulas de salvatagem, mecânica de motores, navegação, combate a incêndios e primeiros socorros. Agora, estão aptas a trabalhar embarcadas, no convés de embarcações de pesca. Filha de uma família de pescadores, Aline dos Reis Fernandes, de 32 anos, foi a primeira a receber o certificado.

“Estar aqui e ser tratada como pescadora é uma grande coisa. A gente também trabalha com o peixe, tece rede, despesca malhadeira, traz pra vender. Mas só chamam a gente de marisqueira, mesmo mexendo só com peixe”, diz Aline, com o certificado em mãos. A pescadora participou do curso ao lado do irmão, do marido e dos vizinhos - e dividiu com eles as dificuldades e aprendizados.

 

Participaram da cerimônia de formatura o chefe do Departamento de Ensino Profissional Marítimo da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, capitão de corveta Manoel Fernandes Rendeiro Neto, o prefeito de Bragança, Raimundo de Oliveira, o vice-prefeito municipal, doutor Mário Junior, o secretário Danilo Gardunho (Aquicultura e Pesca), o capitão Diego Rodrigues, sub-comandante do 24º Grupamento de Bombeiros, e os diretores do IFPA campus Bragança Danilo Cunha e Mauricio Quadros. No IFPA, o curso foi coordenado pelo professor Francisco José dos Santos. 

Saiba mais

IFPA atua na formação de pescadores profissionais na Vila Bonifácio

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página