Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página

Curso de formação no IFPA certifica 54 aquaviários de comunidade pesqueira em Bragança

Publicado: Sexta, 30 de Agosto de 2019, 13h51 | Última atualização em Quarta, 23 de Outubro de 2019, 23h49 | Acessos: 1499

Cooperação técnica ofereceu formação profissional em pesca para moradores da Vila do Bonifácio

imagem sem descrição.

Pescadores artesanais da Vila do Bonifácio e da Vila dos Pescadores de Ajuruteua receberam, nesta sexta-feira (29), os certificados do Curso de Formação de Aquaviário, que habilita para o exercício profissional em embarcações de pesca. A cerimônia de formatura, com a entrega dos certificados e das carteiras de aquaviário, reuniu familiares e professores no auditório do IFPA campus Bragança.

O curso de Formação de Aquaviário foi ofertado a partir de uma cooperação técnica entre a Diretoria de Portos e Costas (DPC) da Marinha do Brasil, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) e a Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SAP/MAPA). A formação foi ministrada com aulas teóricas e práticas e teve organização do IFPA e da Secretaria de Aquicultura e Pesca da Prefeitura de Bragança, além do apoio operacional do Senai e do Corpo de Bombeiros.

“A gente entende, como educadores que somos, que para se desenvolver uma comunidade, para se emancipar um indivíduo, é necessário que se promova a educação”, disse o professor Cláudio Alex Jorge da Rocha, reitor do IFPA, durante a cerimônia de formatura. “Sem essa parceira com a Prefeitura e com a Marinha e os outros parceiros aqui representados não seria possível desenvolver esse curso. E vamos nos esforçar para ampliar essas parcerias, para contribuir oferecendo formação. Esse é o papel do IFPA.”

O curso de Formação de Aquaviários do Grupo 3 - Pescador Profissional (FCAQ-III C/M Nível 1) foi ofertado de 19 a 30 de agosto na Vila do Bonifácio e nas dependências do IFPA e do Senai, em Bragança. A formação é o resultado do esforço das instituições em qualificar e profissionalizar a atividade pesqueira na região, oferecendo meios para o desenvolvimento pleno da atividade econômica na costa nordeste do Pará.

Para pescadores e pescadoras

 

Da turma de 54 aquaviários da Vila de Bonifácio formados e certificados no IFPA, só cinco eram mulheres. As cinco passaram por todas as etapas de instrução, que incluem aulas de salvatagem, mecânica de motores, navegação, combate a incêndios e primeiros socorros. Agora, estão aptas a trabalhar embarcadas, no convés de embarcações de pesca. Filha de uma família de pescadores, Aline dos Reis Fernandes, de 32 anos, foi a primeira a receber o certificado.

“Estar aqui e ser tratada como pescadora é uma grande coisa. A gente também trabalha com o peixe, tece rede, despesca malhadeira, traz pra vender. Mas só chamam a gente de marisqueira, mesmo mexendo só com peixe”, diz Aline, com o certificado em mãos. A pescadora participou do curso ao lado do irmão, do marido e dos vizinhos - e dividiu com eles as dificuldades e aprendizados.

 

Participaram da cerimônia de formatura o chefe do Departamento de Ensino Profissional Marítimo da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, capitão de corveta Manoel Fernandes Rendeiro Neto, o prefeito de Bragança, Raimundo de Oliveira, o vice-prefeito municipal, doutor Mário Junior, o secretário Danilo Gardunho (Aquicultura e Pesca), o capitão Diego Rodrigues, sub-comandante do 24º Grupamento de Bombeiros, e os diretores do IFPA campus Bragança Danilo Cunha e Mauricio Quadros. No IFPA, o curso foi coordenado pelo professor Francisco José dos Santos. 

Saiba mais

IFPA atua na formação de pescadores profissionais na Vila Bonifácio

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página